28 abril, 2010

Do Fundo do Baú(3)

Faz muito tempo que não posto uma música antiga por aqui.Hoje, durante o trabalho secular, o Senhor trouxe ao meu coração uma canção do repertório da minha avó, rs, de um cantor chamado Esteves Jacinto, exatamente nesse trecho:
"Quando o crente se põe de joelhos a falar com o Senhor muita coisa acontece e Ele logo esquece da sua dor.Quando o Crente se põe a orar e o com o Senhor falar, a noite termina, a tristeza se vai, ele fica firme não cai..."
É comum escutarmos de crentes mais antigos grandes testemunhos de vitórias obtidas após batalhas em oração.Particularmente gosto muito
de cultos de oração, onde sempre ouvimos testemunhos de grandes feitos do Senhor na vida de pessoas simples e até comuns mas com muita intimidade com o céu.
Com a geração cristã dos nossos pais e avós podemos aprender sobre humilhação, lágrimas, jejuns, perseverança, renúncias, vida cristã autêntica.Infelizmente a geração atual tem abandonado princípios bíblicos básicos e contamos nos dedos as pessoas que preferem "pagar o preço" antes de resolver no braço de carne algum problema.
Cantamos em muitas canções que: somos apaixonados pelo Senhor, a geração de adoradores; abriremos mãos dos nossos sonhos; precisamos de Deus e etc, mas quando temos a fé confrontada, preferimos escolher o caminho da rebelião, da insubmissão, do orgulho e indiferença.Deixamos de ser filhos obedientes para sermos filhos mimados.
Muitos se dizem entristecidos com as igrejas e lideranças locais(até mudam de congregação ou denominação achando que vão resolver o problema), outros tantos se dizem "decepcionados " com o Criador quando na verdade o caminho a ser escolhido é e sempre será o da submissão, do retorno ao Calvário, da humilhação.
Não é porque as coisas deixaram de acontecer como planejamos que vamos abandonar o Senhor!Muito menos devemos de deixar de servi-lo, congregando como é costume dos santos, porque fomos feridos por palavras ou atitudes de outros.O diabo anda enganando muita gente dentro das igrejas, esfriando o amor de muitos, roubando a alegria de Servir a Deus de outros.Estejamos atentos!Não há dor que o Senhor não possa curar.Não há feridas que não possa sarar.Não guerra que não possa fazer cessar.Não há divisão que não possa ser convertida em reconciliação.
Será que estamos colocando em prática o que está escrito em 2Cr 7:14?Temos buscado verdadeiramente o Senhor em oração?Nossos pedidos têm sido somente com focos antropocêntricos?Verdadeiramente queremos ver o agir de Deus que opera sua graça e misericórdia ou ansiamos pela vingança sobre a vida de quem nos ofendeu?
Gente, Deus não muda e continua a operar milagres!O seu povo precisa estar ciente de que diante desse mundo caótico em que estamos, precisamos cada vez mais nos humilharmos na sua presença em oração com jejuns e grandes rogos, conhecermos e vivermos a Bíblia!É tempo de lamentação porque temos nos afastado do evangelho genuíno.
Por isso, a mensagem do céu para você hoje é: não há impossíveis para Deus.Não há problema que Ele não possa resolver.Busque-o em oração.Antes de tomar conselhos com terceiros, antes de tomar decisões precipitadas, antes de abrir sua boca para julgar os outros, antes de qualquer coisa, ore.Converse com o Pai.Ele te ouvirá e responderá em tempo oportuno para que Seu Nome seja glorificado.
Ah...já ia esquecendo...a canção se chama Oração e Vitória, eis aqui a pérola antiga...

2 comentários:

Suzana disse...

Adorei!Mais uma vez suas palavras falaram grandemente comigo, eu andei afastada pq duvidei do poder de Deus, n quis esperar e descansar pra poder deixar ele trabalhar ,mas graças a ele o meu Senhor q eu estou aki arrependida e aprendendo cada dia a melhor forma de passar pelo deserto ,e ele tem falado comigo!
Obrigada! e Continue assim . Deus te abençoe e te guarde para q sejas usada cada vez mais por ele para trazer essas lindas palavras p quem passar por aqui!
Bjs

D@ni disse...

Olá, Suzana!
Fico feliz em saber que vc tem sido edificada através do Blog do Céu.Louvo a Deus por sua vida e oro para que o Senhor continue a abençoá-la ricamente.
Seja sempre bem vinda!
Dani