05 março, 2009

Testemunho do Rubinho (5)

Continuando da semana passada...
Agora eu podia falar, cantar, sair de casa, ver meus amigos... O sentimento de que minha vida voltara ao normal só era interrompido nos momentos em que a prótese entopia e eu precisava limpá-la, no mais tudo estava muito bem (o que acontece até hoje).Alguns meses antes meu tio Dennis, que já morou muitos anos fora do país, me pedia ajuda com algumas coisas a respeito da organização da recepção de um grupo de Noruegueses que estavam pra chegar mais ou menos em junho...
Quando junho chegou, foi formado um grupo de jovens da minha igreja, comprometidos, para se engajarem no projeto evangelistico e na acolhida desses noruegueses... Um grupo pequeno; menor ainda era o grupo dos que sabiam falar inglês (uma lingua comum para facilitar a comunicação), mas havia muita vontade e muito amor.Assim esse grupo, incluindo eu, ensaiou uma lista de 20 musicas, previamente selecionadas e enviadas para os "norugas", em vinte dias.Todas as musicas eram musicas em português que tinham suas respectivas versões em inglês.
O prazo era curto mas Deus estava do nosso lado... Apesar das dificuldades que foram levantadas: horários, reformas no templo, doenças... Deus não nos abandonou. O chamado era dEle, e Ele não abandona aqueles que atendem o chamado.No dia 21 de junho esses gringos chegaram. Eu devo admitir que esperava velhos, introvertidos e autocentrados que queriam salvar o mundo com dinheiro... Mas Deus me surpreendeu. Me mostrou na vida de 25 noruegueses que todo homem é carente do amor e da graça de Deus.
Também vi que aqueles que são corpo vivo de Cristo, não importa de onde sejam, são vivos e completamente capazes de emanar o calor do Seu amor, e vi também, um povo que sofre com um vazio diferente da fome, da miséria e da sede.Me foram abertos os olhos para o clamor do coração daqueles que tem tudo,e não tem nada. Lhes falta essa coisas que o dinheiro não pode comprar: calor humano, empatia, autoestima, fé, devoção...Eram 25 ao todo mas a maioria eram adolescentes, mais ou menos aos 17 anos de idade, e cada conversa, cada brincadeira juntos foi único e especial, por que percebiamos que éramos iguais apesar de tudo... iguais em Cristo.Mas definitivamente o melhor de tudo, foi ver os frutos dos nossos esforços e do nosso amor.
Numa campanha de evangelismo de uma semana, muitas pessoas conheceram o amor de Deus, outras se encontraram com Cristo, outras se RE-encontraram... muitos foram avivados, igrejas foram abençoadas, cristãos por toda a cidade desafiados a sairem de seus bancos em prol da salvação de almas... oramos, ouvimos, cantamos, profetizamos, amamos.Em especial EU tive uma revelação muito especial da parte do Senhor, o meu chamado.De maneiras diversas, noruegueses e brasileiros durante aquela semana foram usados por Deus para me chamar para a Noruega.De inicio eu fiquei com medo, depois com duvidas, mas ao longo da segunda semana, minha paixão pelo chamado e pelas almas, que nascera no começo de tudo, se multiplicara em relação às vidas e aos corações daqueles europeus.Pela primeira vez na vida, eu trabalhava muito, dormia pouco, corria de um lado para o outro, e me sentia REALIZADO.
Me sentia completo, sentia que tinha sido feito para viver com aquelas pessoas e falar do amor e do carinho de Cristo pra elas.Eu costumo comparar a uma engrenagem, ela pode até funcionar com outros tipos engrenagens... estalando, rangendo, mas funciona. Contudo, existe um local exato, uma situação ideal para a qual esta engrenagem foi feita, e ali sim, ela funcionará dando o melhor de si, com o melhor desempenho possivel.Sempre me dei bem em diversos lugares, cuidando das mais diversas pessoas, mas com eles eu estava IDEAL.Eu creio que Deus nos faz com propósitos, cabe a nós aceitá-los ou não, nós que decidimos se queremos sua vontade boa, perfeita e agradável.EU QUERO. EU ATENDO AO MEU CHAMADO.Foi o que eu disse a Deus, a mim e aos homens, a partir do dia em que eu vi meus amigos e amigas voltando para a sua terra natal, a separação foi dolorosa de inicio, mas Deus me consolou com a certeza de que os verei de novo. MUITO EM BREVE.
Amigos e amigas,
A vocês que agora ouviram um pouco da minha história, a vocês que estou certo são meus irmãos e irmãs e assim corpo de Cristo comigo, partilharei do meu desafio também.uma porta se abriu para mim lá na Noruega. não sei quantos de vocês estão familiarizados com a JOCUM ( Jovens Com Uma Missão).Lá na Noruega, bem proximo daqueles que estiveram comigo aqui no Brasil, existe uma base. O projeto deles é sólido e sua visão está de acordo com o meu chamado. as confirmações de Deus tem sido claras, a maior delas a Sua paz. mas os desafios também têm se levantado.Eu creio em um Deus que tem propósitos e que podemos vencer todo e qualquer desafio como corpo Dele aqui na terra:é necessário pagar uma quantia equivalente a 15.194,31 reais (cotação dia 27/02/09)para quitar todas as despesas referentes as viagens, alimentação, habitação e estudos e ainda3.046,67 reais (cotação dia 27/02/09)para quitar o transporte aéreo e a escola começa dia 16 de setembro.Pouco é o tempo e é muito dinheiro. Eu não o tenho, mas sirvo a um Deus que detém todo o poder, toda a glória e toda a majestade para sempre, Amém.E eu creio que o Deus que me chamou há de prover.
Como irmão eu os escrevo para desafiá-los a entrarem comigo nessa empreitada, continuando em oração, e , sentindo-se tocados pelo Espírito, contribuindo para o meu envio.Os que enviam também são missionários.Meus dados são:
Ruben Pedrosa Peres da Silva
Banco Itaú
Agência: 1247
C/C : 55540-0/500
Estamos juntos, como corpo, sendo o cabeça Cristo. Aleluia.Louvo a Deus por suas vidas e reafirmo o meu compromisso de continuar passando aquilo que Deus tem feito na minha.A Deus todo o louvor.
"Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas." (2Co 4.18)

Nenhum comentário: