18 dezembro, 2008

No msn

Estava conversando com uma amiga no msn, compartilhando um versículo através do qual Deus falara comigo anos atrás e de como só hoje pude compreender o real significado daquelas palavras. Enfim...falávamos das coisas do céu.
De repente, vi ela digitar do outro lado:"ah, já havia percebido isso em você, mas não queria comentar e...".Automaticamente essas palavras soaram forte em meu entendimento como uma atitude: omissão.
Fiquei muito entristecida porque entendo que entre amigos de verdade tem que haver amor fraternal, zelo e verdade.A omissão para mim, é um erro quase que fatal.Nunca consegui entender como é que alguém vê alguém sofrendo, tem remédio suficiente para aliviar a dor do outro(e às vezes até curar aquela ferida), mas simplesmente não o faz.
Alguns dizem que não tomam uma atitude por medo, outros por covardia, outros porque não têm nada a ver com a situação, mas no fundo, no fundo isso é omissão.Foi o que o levita e o sacerdote fizeram(Lucas 10:30-35).Eles passaram longe de um "problema" e continuaram seguindo seu caminho.
Pois bem, minha amiga percebeu a tristeza, se desculpou e eu respondi com um limpo e seco:" pode deixar, vai passar, tudo na vida passa".Pouco tempo depois ela saiu do msn e não nos falamos mais.Apesar dessa atitude para mim ter sido muito grave, resolvi apagá-la da mente e viver o resto da noite normalmente.
No dia seguinte, fiz meus afazeres costumeiros e, de vez em quando, o Espírito Santo me trazia à memória o que havia ocorrido.Não foi culpa dela, porque ela não teve intenção de me agredir, também não foi culpa minha porque eu nunca pensei que reagiria assim numa simples conversa.Isso poderia gerar uma rachadura num cristal tão precioso que é amizade.Era um perigo à vista e sinal de fermento que com certeza, iria levedar toda a massa que Deus tem construído de forma tão especial.
Estava com planos de parar um pouco e orar nesse dia.Entretanto, fui incomodada por esses versículos: "Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti.Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta"(Mateus 5:23-24).
De forma tão clara e precisa, entendi que uma desavença aparentemente pequena, poderia fazer crescer em mim ou nela uma erva daninha que definitivamente não era da vontade de Deus.Achei incrível viver essa experiência tão simples mas ao mesmo tempo tão grande com Senhor.Ele vela pelos sentimentos sinceros, pela verdade e amizades; se agrada das palavras agradáveis que trocamos com nossos amigos e nos apresenta pessoas para que possamos caminhar lado a lado, nos esforçar e ajudar mutuamente.O Espírito Santo não é Deus de confusão mas de unidade.
Quanto ao final da história, na primeira oportunidade que tive, via msn hehehe, pedi desculpas e rapidamente tudo foi resolvido.Mais uma vez aprendi uma lição:uma brecha foi fechada, o fermento retirado e aquilo que é de Deus, Ele abençoa mas é nosso dever saber preservar.

2 comentários:

Felipe (Vida Profética) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe M.Nascimento disse...

teu blog é uma benção
gostei muito...
faz uma visita la no meu
www.blog-vidaprofetica.blogspot.com
Fik na Paz