21 novembro, 2008


Foram-se os dias dos contos de fadas, das histórias que despertaram sentimentos bons em tantas pessoas.Para muitos não significam nada, são apenas grandes besteiras, entretanto, para outros, são motivos de muitos sonhos.
Sinto saudade dos desenhos animados e filmes que semeavam sentimentos bons como amizade, bondade, um amor que parecia ser eterno.Do famoso "... e viveram felizes para sempre...".
Nesse mundo louco que vivemos parecem que as relações passaram a ser descartáveis.As máscaras caem e quando menos esperamos, conhecemos pessoas que nos decepcionam, machucam e ferem.
O que aconteceu?Será que o mundo das princesas sempre foi romântico demais e fomos enganados?Ou o mundo em que vivemos está carente de amor e o procuramos como se procura a ouro?
Será que os personagens dos desenhos e filmes de antigamente, nos fazia idealizar pessoas perfeitas?E agora eu ando assustada -você também?- com as pessoas como elas realmente são?
Bem, acredito que fantástico mesmo é ser sincero.Rir quando sentir vontade, chorar quando a tristeza bater, contar uma piada para alegrar os amigos ou dizer um monte de desaforos ao ser alvo de injustiça.
Lembrando que há tempo para todas as coisas debaixo do céu (Ec 3), às vezes, é legal ser complicada e perfeitinha ao mesmo tempo.Aqui está a beleza de ser humano!
E, vivendo ou não histórias de conto de fadas, guardemos os bons valores, inspirados na Palavra de Deus, que jamais nos ilude, tem todo o poder de nos transformar e nunca muda.

Nenhum comentário: