17 junho, 2008

Ana-parte 2

O ambiente em que Ana estava inserida não era tão favorável assim.Cercada de pessoas mas sozinha na multidão.

Seu marido a amava de verdade, o texto nos deixa isso muito claro, e muitas vezes procurava honrá-la para que ela não se sentisse tão triste.Embora ele se esforçasse também percebemos que Elcana não conseguia entender porque Ana chorava tanto:

"Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?" (1Samuel 1:8).

Como ficava a mente de Ana nesse momento?Certamente ela também o amava e não queria menosprezá-lo.Entretanto, como fazê-lo entender que um sonho em sua vida precisava se cumprir?Que a cada vez que ela via uma criança seus olhos brilhavam, imaginava como seriam os seus filhos mas de repente tudo isso era dilacerado pela lembrança de que "...o SENHOR lhe tinha cerrado a madre..."

Além disso, Penina estava ali sempre.A outra mulher do seu marido não deixava barato.Já que não tinha o amor de Elcana se deliciava em irritar Ana.Penina tinha o que Ana gostaria de ter e certamente muitas vezes usou esse "trunfo" para machucá-la.

INCOMPREENSÃO da parte de quem amamos e AFRONTA da parte de quem não gostamos.Fácil para você?Para Ana foi muuito difícil.Todas as vezes que toda essa gente subia a sacrificar ao Senhor era motivo de muita tristeza para Ana e ela sempre chorava e não comia.

Talvez alguém tenha dito de Ana: ela tem uma marido maravilhoso e que sempre lhe dá porções excelentes, de que mais precisa?Tantas vezes também ouvimos coisas nesse sentido, não?!
Quem nos vê de fora acha que tá tudo bem.Que nossa vida é um mar de rosas.Mas o Senhor conhece os segredos do nosso coração.Somente Ele sabe o quanto dói quando àqueles a quem amamos não nos compreendem e outros nos afrontam.Somente Ele sabe a importância do cumprimento de um sonho!



Nenhum comentário: