13 maio, 2008

O amor a Deus demonstrado em atitudes

“DEUS NÃO É INJUSTO; ELE NÃO SE ESQUECERÁ DO TRABALHO DE VOCES E DO AMOR QUE DEMONSTRARAM POR ELE, POIS AJUDARAM OS SANTOS E CONTINUAM A AJUDÁ-LOS.” ( Hebreus 6.10).
DEUS NÃO É INJUSTO.Que gloriosa afirmação! Que bom saber que Deus não é injusto.Em um mundo cheio de injustiças em todos os segmentos da sociedade, é maravilhosa a certeza da justiça de Deus!A Bíblia diz que:“... JUSTIÇA E JUÍZO SÃO A BASE DO SEU TRONO.” (Salmo 97.2).E faz a seguinte pergunta:“PERVERTERIA DEUS O DIREITO? (Jó 8.3).
Descanse em Deus com relação àquela causa na qual você tem sido injustiçado(a). Ele não tolera injustiças, e ainda mais quanto se trata de um filho seu. Comece a louvá-lo, exaltá-lO, glorificar o seu Santo Nome.Exalte a justiça de Deus.Agora, em nome do Senhor Jesus, não clame por justiça. Quem pleiteia o seu direito é o seu Pai. Deixe esse assunto por conta dele. Tão somente creia na sua Palavra que é fiel, pois como está escrito:“... PORQUE EU VELO SOBRE A MINHA PALAVRA PARA A CUMPRIR.” ( Jeremias 1.12).
DEUS NÃO SE ESQUECE.A memória de Deus não envelhece como a nossa. Para sempre Ele é, e sua memória também é eterna. Tudo está registrado desde a antiguidade, como também nosso futuro. Tudo é agora diante dEle, aleluia!
Tudo quanto fazemos no reino de Deus é registrado no seu livro, e que livro!Todo o nosso trabalho que é feito no Senhor não é vão, como está escrito:“... SABENDO QUE O VOSSO TRABALHO NÃO É VÃO NO SENHOR.” ( 1 Coríntios 15.58).Devemos, pois, ter muito cuidado para não trabalhar apenas para o Senhor e não nEle, pois o trabalho só não é inútil se for feito nEle. Assim foi o trabalho das cooperadoras na obra do Senhor em Roma, Trifena, Trifosa e Pérside ( Romanos 16.12).
Nosso trabalho no reino de Deus vai ser julgado no grande dia da colação de grau, e aí veremos se trabalhamos em madeira, feno, palha ou em ouro prata e pedras preciosas.A diferença é grande entre os materiais usados naquilo que fazemos no reino. Cuidado para não nos preocuparmos em apresentar quantidade ao invés de qualidade, e quando as nossas obras entrarem em julgamento nada se aproveite delas.Sabemos que é muito mais fácil trabalhar com coisas perecíveis, e é muito mais fácil conseguir tais matérias primas.Deus certamente galardoará o nosso trabalho. Nada passa despercebido diante dEle por mais insignificante que possa parecer. Tão somente deve ser feito NO SENHOR.
Deus também não esquece o nosso amor a Ele, e esse amor é demonstrado em atitudes para com os santos.Quando nos propomos a ajudar os filhos de Deus, os chamados santos porque fazem parte do Corpo de Cristo, logo estão em Cristo, aí sim o nosso amor a Deus é manifestado.Estamos a falhar com nosso amor a Deus certamente, de vez que estamos muito mais preocupados em ajudar a nós mesmos e aos nossos do que aos que congregam conosco na mesma igreja local. Afinal, não temos o direito de nos metermos na vida de ninguém, diz o discurso egoísta.
Servir aos santos é amar a Deus. Somente o Espírito Santo sabe como está a nossa folha de serviços prestados aos membros do Corpo. Este serviço não quer dizer quando ajudamos financeiramente a algum necessitado, absolutamente. O ato de dar um copo de água fria é um serviço prestado a Jesus.Quando visitamos os órfãos e as viúvas nas suas tribulações estamos praticando a verdadeira religião para com Deus e os homens ( Tiago 1.27).Um gesto de carinho; um abraço caloroso em quem está carente de afeto; um sorriso para quem está atribulado; um aperto de mão com uma palavra de encorajamento; uma palavra de elogio para quem se auto-rejeita...
Há numerosas maneiras de amar a Deus através do nosso serviço aos santos.A propósito: você sabe a data de aniversário das viúvas idosas da sua igreja?É comum a sua sala de EBD comemorar o aniversário dos que vivem sozinhos na casa de Deus, especialmente aquela mulher abandonada pelo marido?Qual tem sido o nosso serviço no reino em relação aos santos? Talvez estejamos mais preocupados em servir na igreja local. Isso é bom, mas depende da motivação com que o fazemos.
Seja como for, amados, sirvamos amemos a Deus ajudando os santos, mas façamos tudo com a nossa mão direita sem que esquerda veja, isto é, não apregoemos o bem que fazemos, e Aquele que é justo nos recompensará.
(Texto extraído do blog http://amigadoamigo.blogspot.com/)

Nenhum comentário: