27 dezembro, 2007

Até aqui nos ajudou o Senhor!

"e disse: Até aqui nos ajudou o Senhor"(I Samuel 7:12)

Hello people!

Estava meditando sobre essa afirmação(quando puder, dá uma olhadinha nos primeiros sete capítulos de I Samuel).

Depois de um contexto de orgulho, destruição, saudade de Deus, arrependimento, conversão, batalha contra o inimigo filisteu, intercessão e vitória concedida pelo Senhor à nação de Israel, Samuel diz: "até aqui nos ajudou o Senhor".

Mais um ano se passou e quantas coisas não aconteceram no seu decorrer?Quantas experiências... quantas alegrias... quantas decepções... quantas perdas... quantas vitórias... chegamos a mais um fim e o Senhor tem nos ajudado. Tem escrito nossa história do Seu modo, à Seu tempo.Tenha certeza de que Aquele que começou a boa obra há de aperfeiçoá-la.Ele continuará a nos ajudar.Que as bênçãos de Deus cubram sua vida nesse novo ano e até 2008!












23 dezembro, 2007

Feliz Natal!

Olá, tudo bem?!Esses dias algumas notícias do céu têm chegado ao meu coração mas estou sem tempo de postar...Passei só para deixar esse versículo para sua meditação.Assim que puder, estarei de volta.
"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz" (Isaías 9:6).


Feliz Natal!

13 dezembro, 2007

O que é impossível na sua vida?

Olha, no popular, tem dias que agente tem vontade de chutar o pau da barraca, rodar a baiana e desistir de tudo mesmo.Afff, que agonia!Graças a Deus também por isso. Porque somos normais.Não super-heróis com super poderes, super perfeitos.
Na batalha para vencer esse mundo, as artimanhas do Diabo, a nossa carne e ainda os "joios" no meio da igreja, fico imaginando que o Homem Aranha, o Super Homem, a Mulher Maravilha, os X-Men e nem mesmo o Quarteto fantástico teriam a menor chance, hehehe.Isso é coisa pra crente.E crente desses "fraquinhos", dependentes do Espírito Santo que se revestem com a armadura descrita em Efésios 6 dia após dia.
Deus é muito engraçado, tem um excelente senso de humor.Ele usa as coisas fracas e loucas desse mundo - eu e você - para confundir as fortes e sábias.E ainda nos faz vencedores nos mais variados obstáculos pelos quais passamos.Aliás, vencedores não. Mais do que vencedores em Cristo Jesus.Yes!Eu amo muito esse Deus!Ele sempre tem o melhor para mim e para você.E a glória sempre é Dele.

Alguém me indicou o filme Desafiando Gigantes e a pergunta: O que é impossível na sua vida?, ficou martelando minha cabeça.Você vai enteder porque eu escrevi todas essas coisas quando assisti-lo.Esse filme confronta, emociona e fortalece nossa fé.Assisti e recomendo.Com certeza Deus vai falar muuuiiiiitttoooo contigo através dele.

Eis aí a sinopse: Nos seus seis anos como técnico de futebol americano de uma escola, Grant Taylor nunca conseguiu levar seu time Shiloh Eagles a uma temporada vitoriosa. E ao ter que enfrentar crises profissionais e pessoais aparentemente insuperáveis, a idéia de desistir nunca lhe pareceu tão atraente. É apenas depois que um visitante inesperado o desafia a acreditar no poder da fé que ele descobre a força da perseverança para vencer.








12 dezembro, 2007

Meu Niver e minha avó

Oi!

Não sei se vou conseguir postar amanhã, então resolvi escrever hoje porque já estou em ritmo de festa.Aniversários sempre são muito importantes para mim, sou dessas que choro quando alguém canta a música do parabéns.Parece besteira né?!Nunca vi ninguém chorar por isso rsrs.

Entretanto, esse dia tem sempre um significado especial por causa da minha avó.Ela sempre me pegava no colo, sorria, enchia os olhos de lágrimas e agradecia a Deus por ver a netinha fazendo mais um ano de vida.Quando criança, eu não tive festas, balões, aquelas lancheirinhas cheias de bombons e brigadeiros, típicos de festas infantis.Mas tive uma avó que me fazia sentir especial a cada dia 12 de dezembro e agradeço a Deus por isso.
Minha avó era uma mulher simples, do interior do RN, com pouca instrução, mal sabia ler, mas era uma mulher de oração.Foi com ela que aprendi a orar.Mesmo no auge dos meus 5 anos de idade, ficava impressionada como era que alguém passava tanto tempo de joelhos conversando com Deus e não esquecia de ninguém da família.Ela sempre me dizia para eu aceitar Jesus.Sempre me dizia que um dia eu seria um doutora.Eu achava graça dela e continuava minha vida de criança.Sempre fomos muito ligadas.
No início da minha adolescência, meu pai foi transferido para o Piauí e eu tive que deixar vovó para trás.Pouco tempo depois foi descoberto que ela estava com CA de mama.Nesse meio tempo eu tinha acabado de ler os Evangelhos pela primeira vez e estava maravilhada com a Palavra da Salvação.Lembrei do exemplo dela, cria que Deus podia fazer um milagre e me dediquei a oração.Como eu orei para que Deus curasse minha avó!Mas o Senhor tinha outros planos e, um dia, o telefone da minha casa tocou pela madrugada... tivemos que pegar o primeiro vôo rumo a Natal para seu velório.
Fiquei tão revoltada, totalmente contra Deus!Passei a achar que Ele não existia, que era uma ilusão da nossa cabeça, que essa coisa de crente era besteira.Afinal, com 16 anos, novinha na fé, acreditava que Ele tinha que fazer esse milagre por nós duas... e Ele não o fez.
Quando chegamos em casa, vi o caixão na sala e entrei num grande desespero.Não queria vê-la de perto.Deus havia me traído.Não adiantou orar tanto e muito menos crer Nele.Minha avó que tanto amava estava morta.Quando o caixão estava prestes a ser fechado, um dos meus tios disse que seria minha última chance de vê-la.Aproximei-me tremendo.
Quando vi seu rosto, não a vi morta, mas dormindo.Havia uma paz tão grande que a envolvia.Naquele exato momento eu senti alguém me tocando e aquela paz que havia nela passou para mim.Me acalmei instantaneamente.Foi tudo tão rápido que é difícil de organizar em palavras para você.Mas naquele dia, eu entendi que o céu existia e o inferno também.Tive a certeza de que ela estava no céu e que tudo aquilo que ela havia pregado em vida fazia sentido.Deus não havia nos traído.Ele havia sido fiel.Me converti de verdade nesse dia.
Dias depois da sua morte, descobri que antes de eu nascer, minha mãe passou por alguns abortos porque tinha problemas para levar suas gestações a diante.Por isso, ela entrou num processo depressivo e fez tratamento à base de medicamentos.Minha avó clamou ao Senhor pela minha mãe.Deus respondeu, prometeu-lhe uma neta e disse que a usaria para anunciar sua Palavra.Então, eu nasci.

Ela não viveu para ver minha formatura em Fisioterapia nem para me ouvir falando do amor de Deus.Mas, há 10 anos, a sua morte me trouxe vida.Deus tem cumprido suas promessas.Sinto muito sua falta, queria poder abraçá-la amanhã, talvez por isso esteja contando para você, que está lendo esse blog hoje, que eu tive uma grande avó.E foi ela quem me ensinou a valorizar o dia do meu niver e principalmente, me apresentou esse Deus tão grandioso.





Marca da Promessa

"Se tentam destruir-me,
E até tramam contra mim

Querem entulhar meus poços,

Querem frustrar meus sonhos

E me fazer desistir

Mas quem vai apagar o selo que há em mim,

A marca da promessa que Ele me fez?
E quem vai me impedir, se decidido estou?

Pois quem me prometeu é fiel p'ra cumprir

O meu Deus nunca falhará

Eu sei que chegará minha vez

Minha sorte Ele mudará

Diante dos meus olhos

Eu tenho a marca da promessa

Eu tenho a marca da promessa, que Ele me fez"
Estava pensando aqui...não preciso esconder minha idade, né?Então resolvi escrever 26 coisas sobre mim, já que hoje, atingi essa marca, hehehe.

1 - Eu não queria ser adulta.
2 - Nunca passei mais de um mês sem roer as unhas.
3 - Acho que vou morrer jovem, por isso tenho pressa em tudo.
4- Eu sei cantar todas as músicas antigas da Xuxa até hoje.
5- Adoro comer chocolate.
6- Sinto muita saudade dos meus pais.
7-Amo a Palavra de Deus.
8-Estou a espera de um milagre.
9- Gostaria de ir morar um tempo no Timor Leste.
10-Me encanto com o céu estrelado.
11-Gosto de mudanças.
12-Fico admirada com a grandeza de Deus.
13-Acredito no casamento.
14-Tenho amigas maravilhosas.
15-Sou Fisioterapeuta por vocação e pregadora da Palavra por chamado.
16-Quero ter dois filhos, um menino e uma menina.
17-Glorifico a Deus quando vejo Os Levitas cantando.
18-Gosto de conversar e ouvir histórias de pessoas mais velhas.
19-Sou protestante.
20-Sou da Assembléia de Deus, pentecostal do pé roxo.
21-Quero aperfeiçoar meu inglês e aprender o espanhol.
22-Gostaria de ser mais útil no Reino de Deus.
23-Um dia, vou escrever um livro.
24-Não sou desse mundo.
25-Sei que se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi.
26-Sou salva em Cristo Jesus e um dia vou morar no céu.

09 dezembro, 2007

"Eu te amo, ó Senhor, força minha" (Salmos 18:1).

Os dias que antecedem ao casamento são muito especiais para uma noiva.Além de toda organização de convites, buffet, vestido, daminhas, convidados, e tantas outras coisas, há algo que faz o coração bater mais forte: a certeza de que vai chegar o dia em que ela será "promovida" de noiva para esposa, hehehe.Uma noiva apaixonada de verdade vive esse sonho cada minuto da sua vida.E quando ela sabe que o noivo está próximo...vários coraçõeszinhos voam em cima da sua cabeça.Você já deve ter conhecido alguém assim ou pode até estar vivendo essa fase e deve concordar comigo que é muito bom amar e ser amado(a).

Entretanto tudo isso que escrevi não foi para celebrar o amor homem-mulher mas para lembrar que a Bíblia faz uma analogia lindíssima quando nos ensina que Jesus é o Noivo; nós que compomos a igreja invisível, lavada e redimida pelo Sangue do Cordeiro de Deus, somos a noiva.E o casamento já está marcado.

Quando Ele vier nas nuvens, a igreja, noiva gloriosa, se unirá a Ele e partiremos para a grande festa, as Bodas do Cordeiro: "porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor "(1Ts 4:16,17).

Tão certo quanto a sua leitura nesse momento, essa Palavra vai se cumprir.Como noiva eleita, precisamos guardar nosso coração Fiel ao Noivo.Amá-lo com intensidade.Com todas as nossas forças.Viver para Ele.Por Ele.Sonhar com esse casamento.

Uma palavra em Apocalipe me choca.Ela foi direcionada à igreja de Éfeso: "Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança e por amor do meu nome sofreste, e não desfaleceste".Até aqui tudo bem...Jesus falou tudo o que qualquer pessoa gostaria de ouvir...mas aí vem o final: "Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor".

Suportar tantas afrontas, dar frutos no reino, viver o caminho da cruz, entretanto esquecer o porque de tudo isso, entristece nosso Noivo.O amor por Ele faz toda a diferença.Não foi à toa que Ele nos deixou esse mandamento em primeiro lugar.Andamos afadigados com muitas coisas mas uma só é necessária...amar ao Senhor de todo nosso coração, alma, entendimento e forças.

Voltemos ao início, ao caminho do arrependimento.Do primeiro amor.Porque a qualquer momento o tempo se cumprirá e o Noivo voltará!Vamos cuidar dos preparativos para esse casamento!Que bom saber que minha eternidade será ao lado Dele, para sempre e sempre.Você também tem esperado por isso?Maranata!










06 dezembro, 2007

Ser gospel é chique, tá na moda.Vivemos dias de igrejas inchadas, de pessoas que levantam suas mãos, cantam músicas que exaltam o nome do Senhor, se emocionam e juram que irão para o céu.

Não quero com esse post de hoje julgar ninguém, entretanto fico a me perguntar se a minha Bíblia é igual a de algumas pessoas que frequentam a igreja, porque sinceramente, uma pergunta não pára de bradar no meu coração: onde foi parar o cristianismo?O que fizeram com ele?Pregamos uma doutrina e vivemos outra?

Todo mundo sabe que filho de peixe é peixinho mas filho de crente não é crentinho.Sabemos da necessidade de nascer de novo e aquele que acabou de passar por esse processo precisa de leite genuíno.Precisa de Palavra de Deus para que seu desenvolvimento espiritual se dê com saúde.Depois do leite, logicamente, é a hora do alimento sólido: experiências mais profundas com o Senhor e com os irmãos, é a maturidade que se instala.

Quando Paulo fala com os irmãos da igreja de Coríntios, uma igreja tão rica em dons espirituais mas ao mesmo tempo tão carnal, tão cheia de facções, ele exorta: "E eu, irmãos não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo.Leite vos dei por alimento, e não comida sólida, porque não a podíeis suportar; nem ainda agora podeis; porquanto ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja e contendas, não sois porventura carnais, e não estais andando segundo os homens?"(1 Co 3:1-3).E para quem são essas palavras senão para aqueles crentes com milhares de anos dentro da igreja que ainda não nasceram de novo?!

Aqueles que amam ao Senhor verdadeiramente conhecem e vivem Sua Palavra.O apóstolo João fala muito sobre esse tema nas suas cartas.E viver a Palavra é seguir o caminho da renúncia, da humilhação, do amor incondicional e serviço ao Senhor e ao nosso próximo.Isso hoje em dia está mais difícil do que achar agulhas escondidadas num montão de palhas.

Não sou gospel.Não gosto muito dessa expressão.Sou cristã.Sou seguidora de Cristo.Vivo uma vida de cruz.Sou protestante.Como calar diante de tantas carnalidades dentro das igrejas?Disputa de poderes; ofertas altíssimas para pregadores e cantores que esqueceram o caminho da cruz; pessoas encapadas com cara, roupa e até entonação de voz de profeta de Deus mas que não têm nada de Bíblia... quantas brigas, quantas divisões!

Parece que hoje temos que lutar para nos mantermos puros fora da igreja e dentro dela também!Quando você menos espera aquela pessoa que você jurava que era trigo não passa de um joio disfarçado...Não acho difícil resistir ao mundão mas ser crente dentro da igreja hoje é um grande desafio.

Enfim...tudo isso me cansa.Às vezes fico pensando que Deus passa maior parte do tempo Dele desfazendo as confusões que seus próprios filhos fazem uns com os outros por motivos tão banais.Que tristeza eu sinto com isso!Como podemos pregar tanto o amor e unidade e vivermos debaixo de tantas guerras?!

Quero continuamente ser transformada pelo Senhor até que chegue o dia de estar com Ele eternamente.Faço parte da igreja invisível que vai subir quando Jesus voltar.Sou forasteira nessa terra e o Reino que tenho pregado não é desse mundo.Quero que Deus me ajude a não ser hipócrita e muito menos acusadora de outros porque sei em quem tenho crido e para quem vou prestar contas das minhas obras.



05 dezembro, 2007

Torcida Corintiana

Hello!Tudo beleza?
Olha, eu não poderia deixar de escrever sobre algo que me impressionou muito e que está estampado em todos os meios de comunicação desde o final da tarde de domingo.Mas antes de comentar, gostaria de deixar claro que não torço para times de futebol.Aliás, entendo pouco desse mundo e só assisto jogos de quatro em quatro anos em perídos de copa rsrsrs.
Domingo, por causa do meu marido, vi o final do jogo do CorínthiansXGrêmio.Acompanhei todo o sofrimento do Corinthians mas o que me chamou mais atenção foi a torcida.Meu Deus, o que era aquilo?!Acho que não é à toa que é chamada de Torcida Fiel.Ele gritavam aos berros, de coração, o grito de guerra Louco por ti Corinthians:
"Aqui tem um bando de louco/ Louco por ti corinthians!/Aqueles que acham que é pouco/ Eu vivo por ti corinthians!/Eu canto até ficar rouco/ Eu canto pra te empurrar! /Vamo, vamo, meu timão!/ Vamo, meu timão!/ Não pára de lutar!"
Uma coisa linda e bem organizada.A medida que o tempo ia passando e a derrota aparente do time começava a se tornar realidade, a tv começou a mostrar centenas de homens chorando(sim, os homens choram pelos seus times, afff).Nunca tinha visto tanto homem junto chorando...Daí não me contive e questionei meu marido sobre o fato e ele me explicou sobre a tristeza do rebaixamento de um time.Até eu fiquei compadecida deles.
Em meio a tantos acontecimentos o jogo acabou, o Corínthians empatou mas ia ser rebaixado e para minha surpresa em meio a lágrimas, decepção e tristeza, a torcida se levantou e cantava mais alto ainda:
"Aqui tem um bando de louco/ Louco por ti corinthians!/Aqueles que acham que é pouco/ Eu vivo por ti corinthians!/Eu canto até ficar rouco/ Eu canto pra te empurrar! /Vamo, vamo, meu timão!/ Vamo, meu timão!/ Não pára de lutar!"
Gente, quantas lições a torcida corintiana me trouxe.Acho que vou assistir jogos de futebol com mais freqüência hehehehe.

1- A paixão estampada através de bandeiras, camisas do time, gritos, coreografia, organização;
2- A esperança de que até o último minuto o "timão" fizesse um gol e virasse o jogo;
3-O grito de guerra cantado por milhares de pessoas que estavam num mesmo propósito;
4-A fidelidade provada ao "timão" apesar da derrota daquele domingo.
Agora vamos as coisas celestiais...
E se fosse por Jesus, reagiríamos dessa forma?Temos pelo Senhor um amor sincero como tem a Torcida Fiel pelo Timão?Será que as pessoas que não conhecem a Cristo consegue identificar em nossos pensamentos, palavras e atitudes, a paixão por Cristo?
Diante de um "jogo" decisivo nas nossas vidas, temos esperança e fé o suficiente para acreditar que Cristo nos trará vitória mesmo que seja no último minuto?
Temos louvado ao Senhor sozinhos ou mesmo na nossa igreja com tanta determinação, paixão, ousadia e amor?
Quando não obtemos as respostas de oração como a queremos ou quando Deus não nos livra de determinadas situações pelas quais não gostáríamos de ter que passar, ou seja, quando somos rebaixados, continuamos fiéis, dizendo que ainda assim, somos apaixonados pelo Senhor?
Fiz todas essas perguntas a um amigo e ele me disse que eu tenho os pensamentos igual ao do Bobby(do desenho animado ' o fantático mundo de Bobby') hehehe.Como pode alguém pensar todas essas coisas em pleno final de Campeonato Brasileiro 2007?!
Mas domingo eu aprendi uma grande lição com a Tocida Corintiana.A lição do amor, da garra, da paixão, da determinação e da fidelidade.O que eles sentem pelo timão deles gostaria de viver trocentas vezes mais pelo meu Rei, Jesus, que é sempre digno de total devoção.

02 dezembro, 2007

Até que a morte nos separe

"Quando eu te olhar assim/Pode esperar de mim/A declaração de amor mais linda/Que você já pôde ouvir/Quando eu disser: “Te amo”/Creia que eu não te engano/E ainda é pouco pra expressar/O amor que eu vou levar em mim/Por toda a vida/Que maior prova de amor eu posso te dar?/Pelo nosso amor eu vou orar/Prometo edificar o nosso lar/Enquanto eu respirar/Por toda a vida/Sabedoria, eu vou pedir a Deus/E esse amor que você vê nos olhos meus é teu/Nunca vai acabar/Vamos fazer durar por toda a vida"(Por toda vida-Voices).

A cantora Eishyla devia estar muito inspirada ao compor essa música.Na minha opinião, uma das mais bonitas do mundo gospel estilo romântico.A semana inteira meu coração cantarolou essa canção, o que me levou a meditar sobre o juramento que normalmente é feito em festas de casamento.Com certeza você já ouviu uma lista de acontecimentos bons e ruins diante dos quais os nubentes juram fidelidade total culminando com o célebre: "até que a morte nos separe".
Que bom seria se cada palavra dita naquele momento pudesse ser cumprida.Para permancer casado é necessário estar convicto de que você está disposto a fazer o outro feliz.É necessário saber renunciar e aprender a trabalhar a questão do perdão.O dia-a-dia, a rotina, as novas responsabilidades precisam ser vivenciadas passo a passo com a certeza de que os dois irão transpor as barreiras e estar cada vez mais juntos.E não tem como escapar dessa regra: a fidelidade jurada um dia será provada.É aqui que muitos tropeçam e o juramento vai para o espaço.

Falta de dinheiro, adultério, rotina, incompatibilidade de gênios(a mais famosa), doença, velhice e tantos outros motivos explicam mas não não justificam um casamento desfeito.Fico pensando na misericórdia de Deus para conosco a cada vez que falhamos.A aliança Dele nunca é rompida.Ele nunca nos lança fora.Com o casamento devia ser assim.Cada cônjuge cristão devia ter no coração a determinação de não jogar o outro fora, por pior que seja a dor ou o ultraje sofrido. Afinal, não pregamos o evangelho da cruz?

Visitei recentemente uma esposa com as emoções estraçalhadas por um marido que a maltratou fisicamente e emocionalmente.Dizia que não valia mais a pena, que o seu casamento havia acabado.Entretanto, a Palavra que Deus colocava no meu coração para falar-lhe não era de um fim de relacionamento mas de um recomeço.

Nada é impossível para Deus, inclusive reconstruir casamentos falidos.Aliás, Ele leva muito a sério esse compromisso e é especialista em restaurar lares destruídos porque Ele é o criador e sustentador da família.Deus se importa e se move para mudar circustâncias em resposta às orações de esposas e maridos desesperados.
Sejamos fiéis ao nosso cônjuge e ao Senhor não apenas nas horas de alegria, saúde e prosperidade mas também em situações adversas.Mantenhamos firmes o "até que a morte nos separe" com a certeza de que o cordão de três dobras não se quebra.Deus é sempre fiel.


























01 dezembro, 2007

Feliz Dezembro!

O mês de Dezembro sempre tem um siginificado especial para mim: é o último mês do ano, meu níver acontece dia 12 hehehe, logo em seguida chega o Natal e finalmente um novo ano se inicia.Graças a Deus pelo início do fim!Ec 7:8 está escrito: "Melhor é o fim duma coisa do que o princípio".Não apenas um novo ano vem chegando mas também um novo tempo.O melhor de Deus ainda está por vir e eu tô muito curiosa rsrsrs.Feliz dezembro pra vc!