05 dezembro, 2007

Torcida Corintiana

Hello!Tudo beleza?
Olha, eu não poderia deixar de escrever sobre algo que me impressionou muito e que está estampado em todos os meios de comunicação desde o final da tarde de domingo.Mas antes de comentar, gostaria de deixar claro que não torço para times de futebol.Aliás, entendo pouco desse mundo e só assisto jogos de quatro em quatro anos em perídos de copa rsrsrs.
Domingo, por causa do meu marido, vi o final do jogo do CorínthiansXGrêmio.Acompanhei todo o sofrimento do Corinthians mas o que me chamou mais atenção foi a torcida.Meu Deus, o que era aquilo?!Acho que não é à toa que é chamada de Torcida Fiel.Ele gritavam aos berros, de coração, o grito de guerra Louco por ti Corinthians:
"Aqui tem um bando de louco/ Louco por ti corinthians!/Aqueles que acham que é pouco/ Eu vivo por ti corinthians!/Eu canto até ficar rouco/ Eu canto pra te empurrar! /Vamo, vamo, meu timão!/ Vamo, meu timão!/ Não pára de lutar!"
Uma coisa linda e bem organizada.A medida que o tempo ia passando e a derrota aparente do time começava a se tornar realidade, a tv começou a mostrar centenas de homens chorando(sim, os homens choram pelos seus times, afff).Nunca tinha visto tanto homem junto chorando...Daí não me contive e questionei meu marido sobre o fato e ele me explicou sobre a tristeza do rebaixamento de um time.Até eu fiquei compadecida deles.
Em meio a tantos acontecimentos o jogo acabou, o Corínthians empatou mas ia ser rebaixado e para minha surpresa em meio a lágrimas, decepção e tristeza, a torcida se levantou e cantava mais alto ainda:
"Aqui tem um bando de louco/ Louco por ti corinthians!/Aqueles que acham que é pouco/ Eu vivo por ti corinthians!/Eu canto até ficar rouco/ Eu canto pra te empurrar! /Vamo, vamo, meu timão!/ Vamo, meu timão!/ Não pára de lutar!"
Gente, quantas lições a torcida corintiana me trouxe.Acho que vou assistir jogos de futebol com mais freqüência hehehehe.

1- A paixão estampada através de bandeiras, camisas do time, gritos, coreografia, organização;
2- A esperança de que até o último minuto o "timão" fizesse um gol e virasse o jogo;
3-O grito de guerra cantado por milhares de pessoas que estavam num mesmo propósito;
4-A fidelidade provada ao "timão" apesar da derrota daquele domingo.
Agora vamos as coisas celestiais...
E se fosse por Jesus, reagiríamos dessa forma?Temos pelo Senhor um amor sincero como tem a Torcida Fiel pelo Timão?Será que as pessoas que não conhecem a Cristo consegue identificar em nossos pensamentos, palavras e atitudes, a paixão por Cristo?
Diante de um "jogo" decisivo nas nossas vidas, temos esperança e fé o suficiente para acreditar que Cristo nos trará vitória mesmo que seja no último minuto?
Temos louvado ao Senhor sozinhos ou mesmo na nossa igreja com tanta determinação, paixão, ousadia e amor?
Quando não obtemos as respostas de oração como a queremos ou quando Deus não nos livra de determinadas situações pelas quais não gostáríamos de ter que passar, ou seja, quando somos rebaixados, continuamos fiéis, dizendo que ainda assim, somos apaixonados pelo Senhor?
Fiz todas essas perguntas a um amigo e ele me disse que eu tenho os pensamentos igual ao do Bobby(do desenho animado ' o fantático mundo de Bobby') hehehe.Como pode alguém pensar todas essas coisas em pleno final de Campeonato Brasileiro 2007?!
Mas domingo eu aprendi uma grande lição com a Tocida Corintiana.A lição do amor, da garra, da paixão, da determinação e da fidelidade.O que eles sentem pelo timão deles gostaria de viver trocentas vezes mais pelo meu Rei, Jesus, que é sempre digno de total devoção.

Nenhum comentário: