20 setembro, 2007

Louvor em tempos de crise




"Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor deu, e o Senhor tirou; Bendito seja o nome do Senhor.Então sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua integridade? Blasfema de Deus, e morre.Mas ele lhe disse: Como fala qualquer doida, assim falas tu; receberemos de Deus o bem, e não receberemos o mal? Em tudo isso não pecou Jó com os seus lábios".
Jó 1:21; 2:9,10.



Louvar significa elogiar, conceder honras a alguém ou alguma coisa.Quem não gosta de ser elogiado pela beleza, trabalho realizado ou por outro motivo qualquer?Palavras agradáveis são sempre bem vindas, não é verdade?Mas em Provérbios 27:21 está escrito "o crisol é para a prata, e o forno para o ouro, e o homem é provado pelos louvores que recebe".Em algumas ocasiões não somos dignos de tais honrarias e os elogios apenas servem para nossa exaltação de forma prejudicial.

Com Deus isso não acontece.Ele é digno de todo louvor.Ele é perfeito em todo o seu ser e merece ser louvado em todo o tempo.Salmos 27:6 "cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor".Deus deve ser adorado independente da circunstância pela qual passamos.Louvá-lo em meio a bênçãos é fácil porém louvá-lo em meio a grandes adversidades é uma prova de fé e confiança naquele que está muito acima das circunstâncias da vida.Jó viveu isso.
Jó foi "um homem íntegro e reto, que temia a Deus e se desviava do mal" Jó1:1.Era extremamente próspero, possuía sete filhos e três filhas e vivia sua vida normalmente até que um dia Satanás apresentou-se diante de Deus e o acusou."Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura Jó teme a Deus debalde?Não o tens protegido de todo lado a ele, a sua casa e a tudo quanto tem? Tens abençoado a obra de suas mãos, e os seus bens se multiplicam na terra.Mas estende agora a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e ele blasfemará de ti na tua face! "Jó 1 :9-11.Deus permitiu que o inimigo destruísse os bens do seu servo, matasse seus filhos e imputasse nele uma enfermidade que lhe consumiu toda sua saúde.Jó que outrora era uma pessoa tão ilustre, tão elogiada e tão bem quista na sociedade ficou num estado lamentável.Seus amigos ficaram chocados: "Ouvindo, pois, três amigos de Jó todo esse mal que lhe havia sucedido, vieram, cada um do seu lugar: Elifaz o temanita, Bildade o suíta e Zofar o naamatita; pois tinham combinado para virem condoer-se dele e consolá-lo.E, levantando de longe os olhos e não o reconhecendo, choraram em alta voz; e, rasgando cada um o seu manto, lançaram pó para o ar sobre as suas cabeças.E ficaram sentados com ele na terra sete dias e sete noites; e nenhum deles lhe dizia palavra alguma, pois viam que a dor era muito grande"Jó 2:11-13.Sua mulher deu-lhe um conselho:"Blasfema de Deus, e morre"Jó 2:9. A vida de Jó ficou muito difícil, mas em meio a dores ele encontrou forças para louvar a Deus:"Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor deu, e o Senhor tirou; Bendito seja o nome do Senhor"Jó 1:21.
Habacuque também fez o mesmo diante de uma notícia de destruição: "Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado.Todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação"Habacuque 3:17-19. Quando confiamos em Deus e o louvamos por aquilo que Ele é, Ele se agrada, recebe nosso louvor e nos ajuda a passar pelas dificuldades nos fazendo andar em lugares altos: "O Senhor Deus é minha força, ele fará os meus pés como os da corça, e me fará andar sobre os lugares altos"Habacuque 3:19.Lugares acima dos problemas, acima das tribulações, acima do pecado, acima das tentações, acima das dores, acima das perseguições, acima desse mundo, acima das desilusões como diz a Ana Paula Valadão em uma de suas músicas.
Jó esperou em Deus.Teve muita paciência.Ao final de sua provação proferiu: "bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos"Jó 42:2,5.Deus honrou a Jó não pela justiça do homem mas por aquilo que Ele, Deus, é: Fiel e Misericordioso."E assim abençoou o Senhor o último estado de Jó, mais do que o primeiro; pois Jó chegou a ter catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de bois e mil jumentas.Também teve sete filhos e três filhas.E chamou o nome da primeira Jemima, e o nome da segunda Quezia, e o nome da terceira Quéren-Hapuque.E em toda a terra não se acharam mulheres tão formosas como as filhas de Jó; e seu pai lhes deu herança entre seus irmãos.Depois disto viveu Jó cento e quarenta anos, e viu seus filhos, e os filhos de seus filhos: até a quarta geração.Então morreu Jó, velho e cheio de dias"Jó 42:12-17.

Assim como Deus escreveu a história de Jó de maneira tão perfeita, quer também escrever a minha e a sua história.Quer que o louvemos independente da situação porque toda honra, glória e poder pertencem a Ele.Tão somente, confie Nele!Louve ao Senhor!




Nenhum comentário: